Hope

Hope
Hope

Hope | So-won
Drama familiar
Lee Joon-ik • 2013 • KO
Legendado no Netflix

A garotinha So-won e sua família levam uma vida humilde. Bem cedo, a mãe abre a lojinha na parte da frente da casa e o pai sai para trabalhar como operário em uma empresa próxima. Assim, So-won vai sozinha à escola.
Só que em uma dessas manhãs, So-won não chega a seu destino.

 
So-won e seu pai
So-won e seu pai

O título original, So-won, é o nome da garota:
Em inglês significa wish,  hope. Em português, esperança.

Hope é um drama muito bom em todos os sentidos… e descreve bem o caso real. Vejo como a única parte ruim… nos lembrar da história real em que foi baseado.
Por mais que a gente ouça falar em crimes hediondos o tempo todo, ocorridos no mundo todo, é impossível nos acostumarmos com crimes contra crianças.
E aí, você se depara com um filme destes, que contém cenas chocantes.

cinesakura_hope_onl

 

Descobri este filme vasculhando a filmografia do ótimo ator Sol Kyung-gu (o pai), mas fiquei absurdamente impressionada com o talento da pequena Lee Re (So-won). Ela atua com tanta naturalidade e desenvoltura nas cenas mais realistas que fiquei imaginando se ela realmente não chorou durante as filmagens. (Me peguei pensando, como será que uma criança de sua idade encara as filmagens de um filme com essa temática?)
O amiguinho dela [o fofo de franjinhas, o Kim Do-Yeob] atua de forma muito natural e o achei ótimo, ainda que tenha tido poucas cenas.

So-won  (Lee Re) e o amiguinho Young-Suk (Kim Do-Yeob, em primeiro plano)
So-won (Lee Re) e o amiguinho Young-Suk (Kim Do-Yeob, em primeiro plano)

Hope tem as características de boa parte dos dramas policiais sul-coreanos: as atuações são naturais e realistas; a fotografia é ótima e a direção, idem.
Algumas cenas são bastante chocantes.
A trama não tem pontas soltas, todos os fatos são muito bem interligados.
Além disso, está longe do tipo de filme complexo que te faz voltar algumas cenas várias vezes para tentar compreender algum fato.
Enfim: não notei nenhum ponto negativo no filme.

Cenas de Hope aka Wish
Cenas de Hope aka Wish (clique para maximizar)

 
NA-YOUNG, O CASO VERÍDICO

Hope foi baseado em um caso real ocorrido na Coreia do Sul, em 2008: o caso Na-young, em que uma garota de 8 anos, de pseudônimo Na-young, foi sequestrada a caminho da escola por Cho Doo Soon, de 57 anos (que estava bêbado no momento): ele a abordou pedindo que ela dividisse o guarda-chuva com ele. Mesmo receosa, sentiu que, por ele estar molhado, deveria ceder. E assim, o crime foi cometido.

Dispensando detalhes chocantes:

A garota, que foi abusada e espancada em um banheiro público, ligou para o (equivalente ao nosso) 190 e foi socorrida a tempo.
Na-young sofreu gravíssimas lacerações nos órgãos internos, o que a levou a usar uma bolsa de colostomia, provavelmente para o resto da vida. (Um hospital ofereceu uma nova cirurgia de reconstituição dos órgaos na esperança de livrá-la da bolsa. Infelizmente, não consegui encontrar nenhuma informação sobre ela ter passado pela cirurgia e o possível resultado dela.)
Por um bom tempo, Na-young acreditou que a ocorrência do crime havia sido sua culpa por dividir o guarda-chuva com o agressor. Em um desenho, ela o retratou sendo punido e espancado em uma prisão cheia de baratas.

Apesar de todas as provas contra ele, o criminoso foi sentenciado a apenas 12 anos de prisão, o que gerou uma grande comoção pública. O país entrou em choque. A justificativa do juiz foi a de que o réu estava embriagado no momento do crime e não tinha noção dos próprios atos (!?). O povo, sob revolta, exigiu revisão das leis judiciais coreanas.
Em 2014, um tribunal de Seoul ordenou que o Estado indenizasse a vítima pelo sofrimento emocional e físico que ela sofreu durante todo o processo. Infelizmente, mais uma vez, não consegui encontrar informaçoes sobre o final do caso, não sei dizer se a garota foi finalmente indenizada.

(Fonte: Nayoung Case e AsianCorrespondent — ambos em inglês.)

Se alguém tiver alguma nova informação sobre o caso, mande para a gente atualizar o post!

Vale a pena assistir?

Vale totalmente a pena ser assistido, mas é um filme bruto, sem floreios e nos atinge direto onde mais dói: o coração. Apesar de ser um filme, nos lembramos o tempo todo de que o fato realmente aconteceu a uma garotinha.

  • LEGENDA TRADUZIDA

Até o momento, o filme só está legendado no Netflix.
Mas eu traduzi a legenda para o português.
Se você tiver interesse no filme e na legenda, me mande uma mensagem. 😀

TRAILER

A atriz LEE REE

Você pode assistir à pequena Lee Ree em um filme bem mais leve e engraçadinho, o How to steal a dog (Como roubar um cão), sobre o qual comento aqui. Infelizmente, não foi lançado no Brasil e até agora só tem legenda em inglês.

E, porque nenhum coração é de ferro, um pouco do sorriso de So-won para encerrar.

So-won
So-won

Gostou do post?
Vote com estrelas logo abaixo do anúncio.


Anúncios

159 opiniões sobre “Hope”

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s