O hospedeiro

O hospedeiro
O hospedeiro

O hospedeiro | Gwoemul
Ficção científica • Terror
Bong Joon-ho • 2006  • KO • Legendado

A família Park tem uma barraca de salgados à beira do Rio Han e cuida de uma garota órfã como se fosse da família. Nas margens do rio, inesperadamente, surge uma criatura mortal que destrói tudo e todos que encontra pelo caminho. O monstro, resultado de uma mutação genética causada pelo descarte de uma substância tóxica no sistema de esgoto, leva a garota. A família irá enfrentar sozinha a criatura, apesar de todo medo e desafios que terá pela frente.

Não sou uma fã de filmes de monstros e, pelos comentários que eu havia lido antes de assistir, esperava uma criatura correndo atrás da população em 90% do tempo — estilo Tubarão (li várias comparações entre eles e também com Godzilla). Mas não foi bem assim: O Hospedeiro tem elementos de thriller, terror, drama, ação, comédia familiar e ação. Está ai para agradar a todos os gostos (com exceção talvez dos que realmente não gostam de filmes coreanos.)
Já quem está habituado a filmes sul-coreanos reconhecerá suas características típicas: o toque de humor em situações inusitadas, drama e suspense… tudo ao mesmo tempo. A crítica ao sistema político do país também está presente.

Mas o quê, afinal de contas, me prendeu já que não sou fã de monstros? – Os personagens. E os atores são ótimos.
Sou fã de Park Hae-il (novinho aqui, e com um personagem de menos destaque) e de Song Kang-ho, um dos meus ídolos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

BASEADO EM FATOS REAIS

Não, o monstro nunca existiu.
Mas o evento que originou o monstro no filme foi baseado em um fato real.
No ano de 2000, o funcionário americano McFarland, de uma instalação militar norte-americana baseada em Seoul, foi orientado a despejar formaldeído (uma de suas formas é o conhecido formol, que sabemos que é tóxico) no sistema de esgosto que desaguava no rio Han (apesar das objeções de um funcionário coreano). O governo sul-coreano tentou processar McFarland, mas as forças armadas americanas se recusaram a entregar sua custódia. Para resumir a história, cinco anos depois ele acabou sendo considerado culpado, mas nunca cumpriu a sentença. 😦

Este slideshow necessita de JavaScript.

CURIOSIDADES

• O filme consta no livro 1001 Filmes para assistir antes de morrer, de Steven Schneider.
• Até o ano de 2009 (o filme foi lançado em 2006), O hospedeiro foi o filme de maior bilheteria na Coreia do Sul, vendendo quase 14 milhões de ingressos. Isso quer dizer que cerca de 20% da população sul-coreana assistiu ao filme no período.
•Muito se falou pela internet sobre a produção de um O Hospedeiro II, que seria dirigido por Hao Ning. Seria um prequel (uma história ocorrida antes de outra) do I, e sua narrativa se passaria três anos antes do aparecimento do monstro. Infelizmente, dez anos se passaram do lançamento do I e nada mais se ouviu falar sobre a continuação.

Apesar de ter adorado e ter ficado totalmente imersa na história, achei que faltou algo, uma reviravolta, um “quê”, enfim, qualquer coisa que causasse um “uau” no fim. Mas ainda assim é um ótimo filme de monstro.

Você pode ler outros comentários sobre ele no Filmow.

AvaliaçãoAvaliação: Ótimo

TRAILER

Anúncios

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s